O ruído pode prejudicar a audição?

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos aponta que 1 a cada 10 americanos apresentam perda de audição que pode representar dificuldades de entendimento da fala. O maior culpado desta estatística é o barulho excessivo à que as pessoas se submetem – por isso, ele é considerado tão perigoso à audição. Especialmente se for alto e duradouro. O dano causado pelo ruído é denominado Perda Auditiva Sensorioneural, e pode ser causado por diversos fatores que não o ruído. Mas é importante ressaltar que a perda sensorioneural devido à exposição ao ruído pode – e deve – ser prevenida.

Meu ouvido pode simplesmente se “acostumar” ao ruído?

Não. Se você acha que desenvolveu uma tolerância ao ruído constante, provavelmente ele já danificou parte da sua audição, e não há tratamento que a recupere.

Ruído pode afetar algo além da minha audição?

Um zumbido nos ouvidos, chamada de Tinnitus, normalmente ocorre depois de exposição a um ruído constante e alto. Algumas pessoas podem reagir ao ruído tornando-se mais ansiosas e agitadas, ou até mesmo com aumento da pressão e dos batimentos cardíacos. Ruídos constantes e muito altos também prejudicam a atenção no trabalho, especialmente para executar tarefas mais complicadas, que exigem concentração extra.

Como saber se algum ruído é perigoso a minha audição?

As pessoas têm percepções diferentes dos sons mas, como regra geral, o barulho pode danificar a sua audição se você está em um ambiente em que precisa falar muito alto para ser ouvido, se o ruído faz seus ouvidos doerem ou se você fica temporariamente ‘surdo’ horas depois de deixar um ambiente. O som pode ser medido de duas formas: intensidade ou altura do som, medida em decibéis.

O que são Protetores Auriculares?Eles funcionam?

Protetores auriculares são objetos de proteção projetados para serem utilizados no canal auditivo externo, protegendo o ouvido de quem o usa de barulhos altos, entrada de água ou vento excessivo. Este tipo de proteção é geralmente utilizado por trabalhadores da indústria que lidam com máquinas barulhentas por longos períodos de tempo. Músicos que tocam estilos musicais de natureza mais agressiva muitas vezes usam protetores de ouvido para se prevenir do alto som nos shows. Protetores de ouvido geralmente são feitos de um material esponjoso em formato cilíndrico, de forma a serem inseridos no ouvido e permanecerem fixos sob pressão, cobrindo assim toda a área de entrada do canal. Alguns protetores de ouvido possuem uma cordinha que conecta um par de protetores (um para cada ouvido, direito e esquerdo), de forma a impedir que se perca um deles.
O uso correto de Protetores Auriculares diminui o ruído de 15 a 30 decibéis.

Quem deve usar Protetores Auricuares?

Se você trabalha em um ambiente onde há ruído excessivo e constante, deve usar protetores sempre.

Existe algum problema no uso de Protetores Auriculares?

Estudos mostram que a metade das pessoas que usam protetores auriculares podem ter problemas pelo mau uso deles. Isso acontece porque eles não são colocados corretamente ou porque a pessoa pode não usá-los toda vez que se expuser ao ruído constante. Por exemplo: um protetor auricular pode diminuir em 30 decibéis o ruído a que um trabalhador é exposto. Se esta pessoa tirar seu protetor auricular durante 1 hora de exposição ao ruído, esta diminuição dos danos reduz para 9 decibéis. E a exposição ao ruído é cumulativa: muito barulho no trabalho e também nas horas de lazer definitivamente extrapolam os limites diários. Quando você estiver usando protetores auriculares, faça um teste: se a sua voz soa mais profunda e alta, é porque eles estão posicionados corretamente.

O que a frequência tem a ver com a perda da audição?

A freqüência é medida por ciclos por segundo, os Hertz (Hz). Quanto mais alto o barulho, maior sua freqüência. Crianças pequenas, que geralmente escutam melhor do que adultos, podem distinguir sons de cerca de 20 Hz até 20.000 Hz.
A fala humana, que normalmente atinge de 300 a 4.000 Hz, soa mais alta para algumas pessoas do que outros ruídos de freqüências muito altas ou baixas. Quando acontece perda na capacidade auditiva, geralmente é a capacidade de perceber freqüências mais altas que é afetada primeiro – por isso as pessoas com problemas auditivos têm muita dificuldade de entender os tons agudos de mulheres e crianças.
A perda auditiva da percepção de freqüências mais altas também pode distorcer os sons e fazer com que as pessoas até escutem o que as outras falam – o problema é que elas encontram dificuldade na hora de interpretar estas falas. Pessoas com perda de audição geralmente apresentam problemas para ouvir palavras que soam parecidas, especialmente palavras que tenham S, F, SH, CH, H ou C, porque o som de consoantes está em uma freqüência muito mais alta do que as vogais.

O que são decibéis?

A intensidade do som é medida em decibéis (dB). A escala vai do som mais baixo que o ouvido humano pode detectar, de 0 dB até 180 dB. Os especialistas afirmam que a exposição a mais de 85 decibéis pode ser perigosa.

Existe alguma relação entre a duração do ruído e do dano que pode causar à audição?

Sim – o quanto mais você é exposto a um ruído, mais dano ele pode causar. Também pode ser um fator determinante a distância que a pessoa está da fonte geradora de ruído – quanto mais perto, mais danos ele pode trazer. Estudos recentes apontam um aumento na perda de audição em jovens – especialmente os que freqüentam festas em clubes fechados e usam muito mp3 players com fones de ouvido.

Como saber se a minha audição está danificada?

A perda da audição pode demorar anos para ser percebida. Como ela acontece geralmente sem dor e gradualmente, pode passar despercebida. O que você pode notar é um zumbido no seu ouvido , chamado de tinnitus, que pode ser o resultado de anos de exposição ao ruído excessivo. Ou talvez você tenha dificuldade de entender o que as pessoas dizem, especialmente se estiver em um ambiente barulhento.
Se você apresenta algum destes sintomas, pode apresentar apenas uma infecção no ouvido, que pode ser corrigida de forma simples. Mas isso também pode ser um sinal de perda de audição. Se você suspeita disso, visite um otorrinolaringologista.

Atenção: Todas as informações contidas neste site possuem caráter informativo, não substituindo, em hipótese alguma, as orientações de seu médico.

Copyright © 2015 :: Lavinsky Otorrino - Design By Quanta PPG